© 2018 AFONSO NIGRO

www.nigroentretenimento.com.br

Sobre mim

Lá se vão 35 anos de carreira artística. Sim, comecei aos 8, como ator. São vários discos de ouro, centenas de shows, muitas novelas, peças de teatro e cinema no currículo. Me sinto privilegiado por estar há tanto tempo vivendo de arte, mais especificamente da minha música. Paixão, comprometimento e capacidade de reinvenção são os pilares que sustentam essa longevidade toda.  

O início de tudo: tinha 8 anos quando estreei como ator. Trabalhos relevantes como as novelas Os Imigrantes e Anarquistas graças a Deus me fizeram acreditar que seguiria como ator. 

Porém, aos 14, numa seleção da Sony Music, fui escolhido pra fazer parte de um projeto ambicioso. Era uma boy band com quatro garotos, que seria lançada com altos investimentos. Estou falando do grupo Dominó, um fenômeno que durou (pra mim) 8 anos, rendeu dezenas de discos de ouro e platina, a atuação em quatro filmes com Os Trapalhões, me fez conhecer o mundo e aprender a administrar um sucesso de proporções giga – bem, eram os anos 80, a década dos excessos...

 

Aos 22, parti pra carreira solo nacional e internacional, chegando a conquistar o 4º lugar entre as músicas mais tocadas, na Billboard Latina. De volta ao Brasil, recebi convites de grandes diretores pra voltar a atuar – fiz projetos com Jayme Monjardim e Roberto Talma, entre outros. 

Hoje estou mais próximo dos palcos que nunca. Tenho feito vários shows pelo Brasil. O boca a boca fez com que as revistas Vogue Noivas, Glamour e Veja SP destacassem meu nome como uma das melhores opções para eventos sociais e corporativos – o que me deixa bem feliz, porque cantar na noite mais significativa da vida de um casal é um grande privilégio. Sério mesmo: saio energizado de um show assim.   

Enfim, sou músico de formação, corpo, alma e coração. No palco, isso tudo fica exposto. Deve ser por isso que já fiz tantos amigos em shows por aí. Que sorte a minha poder tocar pras pessoas e tocar a vida das pessoas.